Aécio Neves é suspenso do Senado pelo STF

27 de setembro de 2017

O Senador Aécio Neves (PSDB) teve seu mandato suspenso pela primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (26), por três votos a dois. O tucano também teve o pedido de recolhimento domiciliar noturno da Procuradoria Geral da União acatado, assim como terá que entregar seu passaporte a Justiça e ficará impedido também de manter contato com outros investigados. A suspensão do mandato e as outras sanções ao parlamentar se deu após os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux concordarem que Aécio usou de seu mandato para tentar atrapalhar as investigações da Lava-Jato.

Já o pedido de prisão feito pela PGR foi negado após os ministros, por unanimidade e seguindo a Constituição Federal, ponderarem que a mesma proíbe a prisão de parlamentares em exercício, a não ser que tenha ocorrido flagrante delito de crime inafiançável.

Aécio participou da votação da criação do fundo eleitoral no plenário do Senado, nesta terça-feira (26), até ser comunicado da decisão do STF. Em seguida, ele deixou o Senado, e senadores tucanos se reuniram na liderança do PSDB para articular uma reação, cobrando posição da Casa, como aconteceu no pedido de prisão de Delcídio Amaral.


Tags:, , , , , , , ,