Agentes e voluntários da Defesa Civil participam de oficina sobre estiagem

2 de junho de 2015

Agentes e voluntários da Defesa Civil participam de oficina sobre estiagem

São sete unidades instaladas: Vitória Régia; Parque São Bento, Jacutinga, Jardim Abaeté, Parque das Laranjeiras, Brigadeiro Tobias e Éden (Foto: Zaqueu Proença)

Representantes dos 29 municípios que compõem a Regional de Defesa Civil 4 (REDEC 4) iniciaram uma “Oficina Preparatória para a Operação Estiagem”, que é deflagrada anualmente neste período de maior incidência de seca e menor precipitação pluviométrica. O evento é promovido pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/SP), em conjunto com as Secretarias Estaduais de Segurança Pública, Meio Ambiente, Saúde e Recursos Hídricos, e reúne organismos municipais e seus agentes, além do corpo voluntário que compõem os Núcleos de Defesa Civil (Nudec’s). Em Sorocaba são sete unidades instaladas: Vitória Régia; Parque São Bento, Jacutinga, Jardim Abaeté, Parque das Laranjeiras, Brigadeiro Tobias e Éden.

 

O treinamento foi realizado no auditório do Sest–Senat. Nos dois dias de encontro foram discutidos temas como a política estadual de proteção e defesa civil; a operação corta fogo (prevenção e combate a incêndios florestais); orientações para criação de um Plano Preventivo para estiagem (PPDC); os processos de fiscalização e eliminação de queimadas e incêndios florestais, bem com a importância da formação regional de brigadistas e sua forma de acionamento. A oficina ainda discutiu a situação da dengue na região como forma de avaliar as ações desenvolvidas durante a epidemia e os seus mecanismos de combate.

Além da parte teórica, que marcou todo o primeiro dia de evento, os participantes realizaram quatro exercícios práticos. Foram desenvolvidas atividades de combate a incêndio em três modalidades: com uso de abafadores (a chamada vassoura de bruxa), com a utilização de bombas costais e por meio da construção de aceiros, que são covas ou barreiras utilizadas para impedir a propagação de fogo.

A prática faz parte da formação de brigadistas e as cidades que cumprirem com os critérios estabelecidos pela CEDEC/SP receberão kits de estiagem, com equipamentos mínimos para uma brigada de incêndios.