Amazon bate Apple e Google e é marca mais valiosa do mundo

11 de junho de 2019

Amazon bate Apple e Google e é marca mais valiosa do mundo

Graças a um crescimento anual de 52% no valor da marca –atribuído, entre outros fatores, a novas fontes de receita e à capacidade de se manter à frente da concorrência– a marca Amazon foi avaliada em US$ 315,5 bilhões, à frente de Apple (US$ 309,5 bilhões) e Google (US$ 309 bilhões). A Amazon tornou-se a marca mais valiosa do mundo, de acordo com o ranking BrandZTM 2019. O ranking é feito pela empresa de pesquisa Kantar, em parceria com o grupo WPP, e foi divulgado hoje na Bolsa de Valores de Nova York (EUA).

Desde 2006, quando a Microsoft encabeçou pela primeira vez o ranking, as empresas de tecnologia vêm se mantendo no topo da lista. O valor total das 100 marcas mais valiosas aumentou em cerca de US$ 328 bilhões no último ano, e as marcas de tecnologia respondem pela maior parte desse crescimento, segundo a Kantar.

O Instagram também cresceu vertiginosamente, subiu 47 posições e registrou crescimento de 95% em valor de marca (US$ 28,2 bilhões, 44ª colocada). O crescimento expressivo de marcas como Netflix (65%), Uber (51%) e da própria Amazon refletem um contexto de mercado orientado por tecnologia e em constante mudança, de acordo com os analistas da pesquisa.

As 10 marcas mais valiosas do mundo:

Amazon: US$ 315,5 bilhões (+52%)

Apple: US$ 309,5 bilhões (+3%)

Google: US$ 309 bilhões (+2%)

Microsoft: US$ 251,2 (+25%)

Visa: US$ 177,9 bilhões (+22%)

Facebook: US$ 158,9 bilhões (-2%)

Alibaba: US$ 131,2 bilhões (+16%)

Tencent: US$ 130,8 bilhões (-27%)

McDonald’s: US$ 130,3 bilhões (+3%)

AT&T: US$ 108,3 bilhões (+2%)

Fonte: Ranking BrandZTM/UOL