Aplicativo “Botão do Pânico” passa por testes antes de lançamento

22 de janeiro de 2018

Aplicativo “Botão do Pânico” passa por testes antes de lançamento

Projeto do aplicativo do "Botão do Pânico" passou por testes durante uma reunião no gabinete da secretaria de Planejamento e Projetos, na última sexta-feira (19). (Foto: Divulgação)

O Projeto do aplicativo “Botão do Pânico” passou pelos últimos testes nesta sexta-feira (19), durante uma reunião no gabinete da secretaria de Planejamento e Projetos, na presença da vice-prefeita Jaqueline Coutinho, do secretário de Segurança e Defesa Civil Fernando Dini e do Juiz e diretor do Fórum de Sorocaba Hugo Leandro Maranzano.

O aplicativo faz parte do plano de governo de José Crespo que incumbiu a Jaqueline, por ser da área de segurança, a missão de tocá-lo, “contamos com o envolvimento de equipes importantes para o desenvolvimento deste projeto como pessoal da T.I. da prefeitura que desenvolveu o software, o projeto foi feito pela equipe de planejamento, do pessoal do Cerem (Centro de Referência da Mulher) e a Segurança que vai dar suporte no atendimento às vítimas. Hoje contamos com a presença do Drº Hugo para alinhar com ele, o funcionamento do aplicativo,” contou Jaqueline.

O Botão do Pânico é mais uma ferramenta que as mulheres com medidas protetivas terão, para se proteger de eventuais agressores, “infelizmente ainda temos muitos casos de violência e o que a gente precisa ter em mente é que a mulher agredida precisa ter consciência disso e é preciso dar a contrapartida, que no caso de Sorocaba é o que a prefeitura está fazendo através do Cerem e agora com o Botão do Pânico mais uma ferramenta estará disponível,” destaca ele.

Ainda de acordo com Hugo, na cidade, são emitidos em média ao mês, de 30 a 40 medidas protetivas (distanciamento da vítima). Por meio desta medida, a vítima vai até o Cerem e se cadastra para poder ter acesso ao Botão do Pânico.

Equipes da Guarda Civil Municipal e do Cerem passaram por treinamentos para entenderem como funcionará o aplicativo, tudo com o monitoramento da secretaria de Planejamento e Projetos, “ nossa equipe desenvolveu o projeto, fez todos os treinamentos com as equipes que vão trabalhar com esta ferramenta, um trabalho que durou  meses, mas que tenho certeza que  vai atender de forma eficaz”, contou Luiz  Fioravante, que está à frente da pasta. Para o secretário de Segurança e Defesa Civil, Fernando Civil, um projeto super importante para estas mulheres “tenho certeza que a população, em especial as mulheres que estão sob o risco de agressão, estarão muito melhor protegidas,” disse ele.

Jaqueline, que por muitos anos trabalhou a frente da Delegacia da Mulher também manifestou o entusiamo com o projeto que certamente ajudará a combater crimes contra mulheres, ” nós mulheres precisamos de ferramentas contra a violência de gênero, como policial a gente fica contente, porque ficamos na expectativa de que o número de casos venham a diminuir”, finalizou ela. O lançamento do Botão do Pânico está previsto para o próximo mês.

Participaram também da reunião, Eric Vieira (Gabinete Central), Marcos Mariano (comandante da GCM) e equipes da secretaria de Planejamento.

Como funcionará

Mulheres vítimas de violência doméstica receberão permissão para acesso de um aplicativo que simula o botão do pânico. O programa, assim que acionado, manda um alerta para o COI, na Guarda Civil Municipal, com a localização da vítima, fotos e informações sobre os envolvidos e começa a captar o áudio do ambiente


Tags:, , , , , , ,