Botão do Pânico é acionado pela primeira vez e GCM detém o acusado

12 de abril de 2018

Botão do Pânico é acionado pela primeira vez e GCM detém o acusado

Caso aconteceu na Vila Gabriel. (Foto: Divulgação)

O sistema conhecido como Botão do Pânico, que tem o objetivo de auxiliar as mulheres vítimas de agressão doméstica, foi acionado pela primeira vez no início da madrugada desta quinta-feira (12), em Sorocaba.

Às 0h04, após o acionamento de uma das 33 vítimas que são assistidas até o momento, o COI (Centro de Operações de Inteligência), da Guarda Civil Municipal, foi alertado sobre a necessidade da presença de segurança em uma residência na Vila Gabriel.

Apenas sete minutos depois, às 0h11, uma viatura da GCM já estava no local para realizar o atendimento. Segundo depoimento da vítima, uma mulher de 31 anos, seu ex-marido teria chegado com o filho, menor de idade, na frente de sua casa. Desferindo chutes no portão, o acusado teria ameaçado a vítima de morte se não o deixasse entrar. Neste momento, a mulher acionou o Botão do Pânico.

De forma rápida, a viatura fez o patrulhamento pela área do local e conseguiu localizar o indivíduo, de 28 anos de idade. Ambos foram conduzidos para a DPP (Delegacia de Polícia Participativa Norte), onde o delegado Frederico Urban Monteiro elaborou o Boletim de Ocorrência de descumprimento da Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) e as partes foram liberadas. O filho foi encaminhado para a casa de um parente.

O prefeito José Crespo fez uma avaliação positiva da primeira ação registrada em Sorocaba através do Botão do Pânico. “Demos a mostra efetiva de que nosso sistema funciona e que estamos capacitados para realizar os casos que surgirem. A Guarda Civil Municipal foi ágil e realizou o atendimento de forma primorosa, evitando que algo de pior pudesse vir a acontecer”, diz.


Tags:, , , , , , , , ,