CAPSs realizam mais de 80 mil atendimentos em 2018

15 de janeiro de 2019

CAPSs realizam mais de 80 mil atendimentos em 2018

Os oito CAPSs (Centros de Atenção Psicossocial) realizaram no ano de 2018, 81.727 atendimentos na cidade de Sorocaba. Esse registro demonstra um aumento de 12.314 atendimentos em comparação ao ano de 2017. Geridos pela Secretaria da Saúde (SES), essas unidades tem a missão de oferecer assistência às pessoas que apresentam transtornos mentais, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). O atendimento na RAPS (Rede de Atenção Psicossocial) deve assistir diferentes graus de complexidade e promover amparo integral.

Somente de atendimentos médicos a soma foi de 21.402, já os atendimentos multiprofissionais totalizaram em 46.176. De acordo com a coordenação de Saúde Mental, a rede recebeu 4.129 casos novos e 37.428 usuários foram atendidos pelos CAPSs.

Além disso, os CAPSs oferecem acolhimento noturno, atenção aos usuários em crise, visitas domiciliares e acompanhamento no território, entre outros serviços. Os pacientes podem procurar os serviços de saúde mental através das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e CAPSs.

Segundo a coordenadora de Saúde Mental, Eline Vitor, os profissionais de saúde das UBSs atendem as pessoas em sofrimento psíquico, com apoio de uma equipe de saúde mental que realiza atendimentos específicos. Já os CAPSs atendem pessoas em sofrimento psíquico severo, estimulando sua integração social/familiar, apoiando em suas iniciativas de busca da autonomia. “No caso de crise, quando a pessoa estiver se colocando em situação de risco eminente ou em ameaça de risco a terceiros, os serviços de Urgência e Emergência devem ser acionados”, explica.

Inauguração do 8º CAPS em 2018

Sorocaba ganhou seu 8º CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). O prefeito José Crespo inaugurou oficialmente a unidade no dia 18 de maio de 2018. Nomeada como “Viver em Liberdade”, a unidade de categoria tipo III visa o atendimento de pessoas com sofrimento e/ou transtornos mentais graves e persistentes, além de proporcionar serviços de atenção contínua com funcionamento 24 horas, incluindo feriados e finais de semana.

A nova unidade é a terceira do gênero na cidade e passou a integrar a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), sendo administrada por meio de gestão compartilhada entre a Prefeitura e a Associação Paulista de Gestão Pública (APGP).

O novo CAPS III está localizado na rua Bayard Nobrega de Almeida, 49, no Jardim Prestes de Barros, Zona Leste de Sorocaba. Seu território de abrangência integra as seguintes Unidades Básicas de Saúde: Escola, Vila Hortência, Barcelona, Vila Santana, Vila Haro, Jardim Sabiá, Aparecidinha, Cajuru, Éden e Brigadeiro Tobias. O CAPS III Leste também atende moradores dos Serviços Residenciais Terapêuticos e moradores do território. Podendo ainda, dar suporte às outras regiões caso necessário.

Desinstitucionalização da Saúde Mental

No dia 6 de março de 2018, Sorocaba foi a primeira cidade da região a cumprir o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) referente à política de saúde mental. Em 18 de dezembro de 2012, foi assinado um Termo de Ajuste de Conduta entre Ministério Público do Estado de São Paulo, Ministério Público Federal, Prefeituras de Sorocaba, Salto de Pirapora e Piedade, Governo do Estado e Governo Federal. Este acordo preconizou um processo contínuo de desinstitucionalização dos pacientes moradores nos sete hospitais psiquiátricos existentes na região de Sorocaba, garantindo a integralidade da assistência terapêutica em todos os componentes da Rede de Atenção Psicossocial.