Copa América: Brasil enfrenta Venezuela nesta terça-feira

17 de junho de 2019

Copa América: Brasil enfrenta Venezuela nesta terça-feira

A seleção brasileira estreou com o pé direito na abertura da Copa América, na última sexta-feira, 14, vencendo a Bolívia por 3 a 0 com dois gols de Philippe Coutinho e um de Everton.  Com esse jogo, o Brasil chegou à marca de 100 vitórias na história do torneio sul-americano, que teve sua primeira edição em 1916.

Para o jogo contra a Venezuela, Arthur, que perdeu a estreia por conta de dores no joelho direito, voltará a ser titular da seleção brasileira. O treinador separou os dez jogadores de linha para um trabalho de bola parada e mandou Fernandinho trabalhar entre os reservas.

Roberto Firmino, que também poderia ser substituído por Gabriel Jesus, continuou entre os 11. A princípio, o atacante do Liverpool foi mantido entre os titulares para o jogo contra a Venezuela, na terça-feira. A formação deve ser: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; David Neres, Richarlison e Roberto Firmino.

Éder Militão não preocupa o departamento médico. Depois de sentir dores no quadril no treino de ontem na Academia de Futebol do Palmeiras, o zagueiro participou normalmente da atividade comandada por Tite neste domingo no Barradão, em Salvador. Éderson, em compensação, não pode ir a campo. O atleta tem uma lesão na panturrilha, tem uma boa evolução no tratamento, mas ainda não está apto para participar das atividades normalmente.

Veteranos, Filipe Luís (33) e Daniel Alves (36) geraram algumas críticas a Tite na convocação da seleção brasileira para a Copa América. Os questionamentos, entretanto, não foram pela qualidade técnica, mas sim pela idade que ambos terão em 2022, no encerramento do ciclo para o Qatar. Pressionado para renovar o elenco, o treinador brasileiro tem nos laterais uma função fundamental em seu esquema de jogo.

O Brasil treina mais uma vez nesta segunda-feira, em Salvador, e entra em campo às 21h30 de amanhã, terça-feira, pela segunda rodada,
na Arena Fonte Nova, também em Salvador, que tem capacidade para 50.000 pessoas.

Foto: Reprodução/CBF


Tags:,