Cresce 51% o número de jovens que procuram intercâmbio na Austrália, revela pesquisa

20 de novembro de 2014

Segundo levantamento da Australian Centre, famílias investem em média R$ 15 mil para estudar em países da Oceania por um período de 24 semanas

Esse ano, os jovens estão investindo 51% a mais em intercâmbios para a Austrália em comparação com o mesmo período do ano anterior.  De acordo com a recente pesquisa da Australian Centre, especializada em viagens para a Oceania, Sydney é o destino mais procurado nos últimos 12 meses por adolescentes e jovens que pretendem trabalhar e estudar no exterior.

Segundo levantamento, os jovens do Estado de São Paulo foram os que mais buscaram o intercâmbio para a Austrália, com aumento de 31% na procura em relação ao ano passado.
Ainda segundo o estudo, as famílias investem em média R$ 8 mil para fazer o intercâmbio em países da Oceania num período de 12 semanas. No valor, estão inclusos seguro de saúde, material didático, matrícula e curso de inglês.
O aumento da procura por Oceania acontece por conta de duas vantagens importantes que esses destinos oferecem: clima semelhante ao brasileiro e a oportunidade que Austrália e Nova Zelândia dão aos estudantes brasileiros de trabalhar enquanto estudam.