Dicas podem ajudar cidadão a celebrar as festas com mais tranquilidade

19 de dezembro de 2019

Dicas podem ajudar cidadão a celebrar as festas com mais tranquilidade

Marcado por importantes datas, dezembro é um mês no qual as pessoas, de modo geral, acabam celebrando Natal e Ano novo em diversas oportunidades; com a turma da escola, da faculdade, do trabalho, grupo de amigos. Por isso mesmo, a fim de colaborar pra que as compras de presentes, as despedidas de fim de ano e até mesmo as viagens do período sejam curtidas com segurança e tranquilidade, a Secretaria da Saúde (SES), do Procon e da Guarda Civil Municipal (GCM) traz algumas dicas de como garantir que as festas e passeios tenham um final feliz.

Na hora em que se fala das viagens, sejam as curtas para visitar parentes e comemorar com eles, sejam aquelas mais longas, de descanso, é importante ter em mente a segurança da casa, principalmente, se ela for de rua. Manter e redobrar a atenção ao cotidiano da sua vizinhança é fundamental na garantia da integridade da residência. É bom estar atento a pessoas diferentes paradas por muito tempo nas imediações ou mesmo aquelas pessoas que batem às portas sob alegação de algum pedido e que podem estar na observação do espaço.

Pensando nisso, a Guarda Civil Municipal (GCM) indica aos cidadãos que vão sair em férias e deixarão a casa sozinha que avisem um vizinho sobre o tempo em que ficará fora e alerte sobre movimentações estranhas, caso ocorram. Peça para que as correspondências sejam recolhidas, suspenda a entrega de jornais e mantenha bem fechadas portas e janelas. Medidas como estas cooperam para maior segurança e ajudam bastante o trabalho da Polícia Militar e da GCM.

No trabalho de prevenção e combate à criminalidade, a Guarda Civil Municipal solicita, também, o apoio da comunidade. Por meio de ações simples, mas que permitem potencializar a efetividade da atuação dos agentes de segurança da cidade, é possível evitar problemas com furtos e roubos. Considerando-se que nos centros comerciais o registro de casos está vinculado a furtos de bolsas, carteiras e celulares, é indicado que as pessoas estejam mais atentas. Os mal intencionados aproveitam qualquer momento de distração do consumidor para agir, por isso, é importante ficar de olhos bem abertos.

Na hora das compras, principalmente em regiões de maior aglomeração, o ideal é andar sempre olhando o movimento a sua volta, evitar ficar ao celular ou parado diante de vitrines, pois esses são momentos apropriados para a ação de marginais, principalmente em busca de eletrônicos. Colocar bolsa e mochila à frente ao corpo é outra opção para diminuir os furtos. Se for levar crianças e idosos às compras, oriente-os a procurarem um ponto de referência, em caso de se perderem uns dos outros buscar sempre por uma autoridade; guardas municipais ou a polícia.

Se beber…

A combinação de calor e festança, via de regra, leva ao exagero no consumo de álcool e de comidas pesadas. Tradicional neste período do ano, o cardápio mais pesado, cheio de gordura e açúcar, além de injetar mais graduação alcoólica aos brindes, pode se traduzir em mal estar e ressaca no pós festa. E ainda não inventaram melhor auxiliar no combate à indigestão e aos males da bebedeira do que a prevenção. Mas, caso não seja possível exercitar a moderação, então a hidratação por água é um ótimo remédio. É o que diz o médico Lúcio Neves, e gestor técnico da Secretaria da Saúde (SES). “A perda de líquido e sais minerais são fator de observação e cuidados neste período do ano, que ainda tem o calor como coadjuvante”, disse.

“Água natural é fundamental”, ressalta Lúcio, “a hidratação pode ser obtida também por ingestão de sucos, água de coco consumo de verduras, de frutas e outros vegetais suculentos”, explicou o médico. Os isotônicos são melhores empregados em situações de exposição e desidratação, como atividades físicas de considerável intensidade, disenterias, vômitos, náuseas e grande exposição solar.

Ao ingerir grande quantidade de álcool, é recomendado promover uma boa hidratação e, diferente do que habitualmente se imagina, o ideal é realizar medidas que controlem as náuseas e vômitos. Diferente de outros tipos de intoxicação, o álcool costuma ter uma rápida absorção pelo aparelho digestivo, por isso o indicado médico é, caso necessário, ingerir algum medicamento e redobrar a hidratação, para substituir os sais minerais e líquidos perdidos. Acompanhantes de pessoas em estado de embriaguez excessivo e que venham a adormecer, ou desfalecer, devem tomar o cuidado de posicioná-las de modo a evitar o risco de afogamento em caso de regurgito ou vômito. O ideal é que seja posicionada de lado.

Nas ceias, uma boa forma de torná-las mais leves e saudáveis é não exagerar no excesso de carnes e pratos gordurosos. Há sempre a possibilidade de substituição tender, costela, salgadinhos e embutidos por carnes de aves, como o peru, frango ou chester, além da carne de peixe. Frutas são ótimas, refrescantes e hidratantes sobremesas.

No caso das viagens de longo percurso, ou para lugares não conhecidos, é fundamental ter atenção e cuidado com alimentos consumidos. Isso ajuda a evitar doenças, muitas vezes contagiosas e que podem acabar com as tão esperadas férias. Portanto, a melhor forma de evitar isso é não consumir alimentos ou água de origens desconhecidas e duvidosas. Utilize água mineral, mantendo atenção ao lacre, consuma produtos que estejam bem-acondicionados, observando a temperatura em que está sendo conservado e rejeitando embalagens danificadas. “E lave bem as mãos tanto para o preparo quanto para o consumo dos alimentos”, lembrou Lúcio Neves.

E na hora de comprar

Faltam poucos dias para o Natal e o comércio passa a viver momentos mais intensos de vendas. Para efetuar as compras com tranquilidade é importante pesquisar os preços com antecedência, evitando gastos desnecessários. O Procon Sorocaba ressalta que é direito do consumidor ter acesso à informação prévia sobre as formas de pagamento, caso seja permitido uso de cheques ou cartões, o comerciante não pode impor restrições, como exemplo, estipular um valor mínimo para pagamento no cartão.

É importante lembrar que lojas físicas não são obrigadas a efetuar trocas de mercadorias, caso não tenham se comprometido a efetuá-las. Entretanto, em compras feitas fora do estabelecimento comercial, o consumidor pode exercer o direito de arrependimento, no prazo de sete dias a partir do recebimento do produto.

É necessário redobrar a atenção quanto a boletos ou sites falsos. Sempre confira a credibilidade da origem do produto, ou do boleto, que deve conter o nome do comerciante. Além disso, exigir a nota fiscal e verificar o prazo de entrega também são itens importantes em uma compra.

Como o serviço público encerra seu expediente nesta sexta-feira (20) e só retorna no dia 26 de dezembro, caso tenha algum problema, o consumidor poderá lançar mão do portal http://procon.sorocaba.sp.gov.br/denuncia/, para posterior avaliação e adoção de medidas. Durante o funcionamento normal do órgão, o consumidor poderá se dirigir às unidades abaixo:

Unidade Administrativa
Av. Antonio Carlos Comitre, 331 – Parque Campolim (ao lado do prédio da Justiça Federal).
Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Casa do Cidadão Ipanema
Av. Ipanema, 3.349 – Vila Helena.
Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Casa do Cidadão Nogueira Padilha
Av. Nogueira Padilha, 1.460 – Vila Hortência.
Segunda a sexta-feira, 8h às 16h.

Casa do Cidadão Paço Municipal
Av. Engº Carlos Reinaldo Mendes, 3041 – Alto da Boa Vista.
Segunda-feira, das 8h30 às 16h30.


Tags:, ,