Domingo de manifestações a favor das Reformas e pró-Bolsonaro em todo país

26 de maio de 2019

Domingo de manifestações a favor das Reformas e pró-Bolsonaro em todo país

Manifestantes ocuparam as ruas de dezenas de cidades em ao menos 26 estados do país neste domingo, 26, em apoio ao governo de Jair Bolsonaro
e contra grupos de deputados no Congresso Nacional, sobretudo os do chamado ‘Centrão’. Os atos foram convocados em resposta aos protestos realizados em 15 de maio contra os cortes anunciados no Orçamento da Educação.

Na Avenida Paulista, carros de som com lideranças de direita se espalharam por sete quarteirões da via. A manifestação também contou com o apoio de parlamentares governistas, como a deputada Carla Zambelli e o senador Major Olímpio, ambos do PSL. No interior do estado, cidades como Bauru, Ribeirão Preto e Campinas também contaram com movimentações.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, usou as redes sociais para elogiar as manifestações. “Festa da democracia”, escreveu em sua conta no Twitter, ressaltando que não houve pautas autoritárias. “Povo na rua é democracia. Com povo e Congresso, avançaremos. Gratidão. #Brasil”, completou.

Em Sorocaba as manifestações aconteceram em dois pontos da cidade. A partir das 9 horas da manhã, cerca de 2000 pessoas, segundo os organizadores, se reuniram em frente à Prefeitura, com carro de som e vestidos com com as cores da bandeira do Brasil. Também na Pça das Bandeiras, no Centro, os manifestantes participaram em apoio do Presidente Jair Bolsonaro, à Reforma da Previdência, Reforma Administrativa, o Projeto Anti-crime do Ministro Sérgio Moro e contra a corrupção.

As manifestações desse domingo mostraram que Bolsonaro tem apoiadores dispostos a ocupar as ruas. No entanto, embora milhares de pessoas tenham comparecido às ruas em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, a mobilização nacional não superou o movimento de oposição ao governo e ficou aquém dos protestos massivos que marcaram o país em 2013 e pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2015

Foto: Matheus Meirelles/Jovem Pan


Tags:,