Incêndio na Catedral de Notre-Dame em Paris: tristeza para parisienses e estrangeiros

15 de abril de 2019

Incêndio na Catedral de Notre-Dame em Paris: tristeza para parisienses e estrangeiros

Hoje, milhares de pessoas, parisienses e estrangeiros, se aglomeraram nas ruas da região da Île de lá Cité e assistiram incrédulos ao fogo consumir a
Catedral de Notre-Dame por mais de cinco horas – as chamas começaram por volta de 13h50 (18h50 no horário local) e ainda não haviam sido totalmente controladas às 20h. Um incêndio de grandes proporções mas que não deixou feridos.

No meio da multidão, poucas palavras eram trocadas, sempre em tom de voz baixo e com momentos de silêncio total. Uma demonstração de tristeza e respeito a um símbolo da capital francesa e motivo de orgulho para a cidade. Muitas pessoas também choraram e se emocionaram com o acontecimento.

As principais ruas de acesso nas redondezas da Catedral foram fechadas pela polícia por motivos de segurança. Quando os bombeiros conseguiram controlar as chamas e o incêndio estava praticamente no fim, eles foram bastante aplaudidos por quem estava presente. Enquanto os caminhões deixavam o local, muitas palmas foram ouvidas em uma forma de reconhecimento do trabalho.

Monumento histórico, a catedral de Notre-Dame começou a ser construída em 1163 e já passou por diversas modificações em sua arquitetura no estilo gótico. Com 13 milhões de visitantes por ano (duas vezes o que o Brasil inteiro recebe anualmente), Notre-Dame é o monumento mais visitado da França e é Patrimônio Mundial da Humanidade desde 1991.

Até a noite de hoje, não havia informação oficial sobre o motivo do fogo nem sobre vítimas. No entanto, acredita-se que as chamas começaram acidentalmente nas obras de reforma no telhado da igreja.