MP entra com ação de improbidade administrativa contra Crespo, Zuliani e Chelles

18 de julho de 2019

MP entra com ação de improbidade administrativa contra Crespo, Zuliani e Chelles

O Ministério Público entrou com uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), o secretário afastado Hudson Zuliani e o servidor Edmilson Chelles, investigados na Operação Casa de Papel. A ação foi motivada porque a promotoria descobriu que o afastamento de Hudson Zuliani e Edmilson Chelles não foi feito de forma legal, mas sim uma “ação entre amigos” feita pelo prefeito José Crespo, e que ambos continuavam recebendo os salários da prefeitura

O promotor Orlando Bastos Filho entendeu que o prefeito “blindou”
as principais testemunhas, Zuliani e Chelles, de que o governo estava envolvido com a hipótese de corrupção sistêmica. O promotor ainda pediu a imediata suspensão do pagamento dos dois, além do bloqueio de bens de Zuliani, Chelles e Crespo. Ambos teriam recebido quase R$ 50 mil nestes três meses. A promotoria pede o pagamento de R$ 364.700.

Outros dois envolvidos nas denúncias de corrupção em contratos e licitações, o ex-secretário de Cultura e Lazer, Werinton Kermes, e o ex-secretário de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira, pediram exoneração logo depois do escândalo. Todos os envolvidos nas denúncias negam irregularidades.

A Operação Casa de Papel foi deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público no dia 8 de abril com o objetivo de investigar desvio de dinheiro, fraudes em licitações e corrupção de agentes públicos na Prefeitura de Sorocaba. Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão.

Segundo as investigações, o grupo criminoso é formado por secretários municipais, servidores públicos e empresários. A gama de crimes cometidos vai desde contratos superfaturados até serviços contratados e não prestados.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas casas dos secretários municipais e de um empresário, na sede de uma empresa, na casa do irmão de um empresário, no Paço Municipal e na Secretaria de Cultura.


Tags:, ,