Parceria leva curso de resíduo orgânico ao Residencial Carandá

30 de janeiro de 2019

Parceria leva curso de resíduo orgânico ao Residencial Carandá

Os moradores do Residencial Carandá (Zona Norte), terão de 8 a 11 de fevereiro aulas de tratamento de resíduos orgânicos e compostagem, que fazem parte de um curso de coleta seletiva oferecido gratuitamente à comunidade local. O curso será oferecido por meio de uma parceria da Prefeitura de Sorocaba – via Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (Sehab) -, e está dentro do Projeto Moradia Urbana com Tecnologia Social (MUTS), projeto social da Fundação Banco do Brasil, desenvolvido em condomínios habitacionais financiados pelo próprio banco, dentro do Programa Nacional de Habitação Urbana.

Para o prefeito José Crespo, “não basta criar condomínios residenciais à população e não oferecer um apoio social a essas famílias. E é o que temos feito dentro do nosso plano de governar Sorocaba, sem escolher lugares nem pessoas a serem beneficiadas”, disse.

Já o secretário da Habitação e Regularização Fundiária (Sehab), Fábio Camargo, lembrou que “desde que o Carandá foi entregue pelo prefeito José Crespo, em janeiro de 2017, realizamos um trabalho técnico-social desenvolvido pelo Sistema PRI, o qual já foi finalizado, com excelentes resultados. Agora, o projeto MUTS vem dar continuidade a essas atividades no residencial”, destaca.

Totalmente gratuito, as aulas serão ministrados pelo Centro de Estudos de Promoção da Agricultura (Cepagro) – vinculado ao MUTS -, e foi escolhido com a ajuda dos próprios moradores. Essa etapa do projeto social foi denominada de “A Revolução dos Baldinhos”, em uma alusão ao uso de materiais utilizados na compostagem de resíduos e agricultura urbana.

Nessa etapa, que deverá ter no mínimo 40 participantes -, os moradores terão conhecimento relacionado ao tratamento dos resíduos orgânicos através da compostagem, sabendo qual o destino final deve ser dado a eles. Os alunos também aprenderão a como produzir um adubo orgânico de alta qualidade.

O curso que, além de introduzir os princípios da coleta seletiva no empreendimento e a produção de composto orgânico, também torna possível a geração de renda através da comercialização desse adubo que será produzido. Para as aulas, serão fornecidos gratuitamente pelo projeto aos alunos do Residencial Carandá todo o material e equipamentos necessários para as aulas.

As inscrições estão acontecendo por meio de busca ativa feita por uma equipe do MUTS dentro do residencial. As pessoas interessadas também podem procurar o CRAS que funciona na UBS do Carandá, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Sobre o MUTS

Moradia Urbana com Tecnologia Social (MUTS) é um projeto da Fundação Banco do Brasil que visa promover o desenvolvimento social nos empreendimentos habitacionais do Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU).
O projeto utiliza de tecnologias sociais como a Criação de Bibliotecas Comunitárias, Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos e Agricultura Urbana, Produção Agroecológica de Alimentos em Meio Urbano e Joias Sustentáveis.
A aplicação da tecnologia é definida de acordo com a escolha dos moradores de cada empreendimento.