Parque Tecnológico de Sorocaba terá parceria com universidade inglesa

2 de dezembro de 2014

O prefeito Antonio Carlos Pannunzio assinou, na manhã desta segunda-feira, junto a representantes da britânica Coventry University,  de um memorando de entendimento para que a universidade instale um laboratório no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). Pannunzio entende que PTS precisa ser inserido no contexto internacional. “Não podemos ficar apenas na questão local. Nós temos aqui em Sorocaba um parque industrial diversificado que tem suas matrizes no exterior”, diz.

Para Pannunzio a tecnologia não deve ter fronteiras: “Inovação a gente tem que trabalhar em conjunto, para que cada vez mais, com novas descobertas nos estudos, se possa avançar na qualidade de vida de todos os cidadãos do mundo”, reafirma.

O vice-chanceler da Coventry University, John Latham, contou que existe um plano de expansão. “Nós estamos buscando parceiros e trabalhando principalmente com pesquisas em indústrias. Oferecemos cursos de empreendedorismo em graduação e pós-graduação”, explica.

O encontro foi acompanhado pelo cônsul-adjunto do Reino Unido, Gareth Moore. “É importante esse vínculo com as cidades. Fazer parte do crescimento e relação entre a universidade e indústrias”, acredita Moore.

O prefeito de Sorocaba enfatizou que é importante essa demanda de pesquisa. “A maior parte das empresas as desenvolve por conta própria, daí ser importante a universidade atuando em várias frentes”, fala Pannunzio.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Geraldo Almeida, trazer universidades internacionais mostra a importância de Sorocaba. “Estamos nos integrando ao mundo e, no futuro, vamos desenvolver projetos em conjunto e com isso a população também ganhará e muito”, acredita Geraldo.