Prefeitura autoriza construção do viaduto sobre a Raposo Tavares

4 de maio de 2018

Prefeitura autoriza construção do viaduto sobre a Raposo Tavares

Reunião aconteceu nesta quarta-feira (02). (Foto: Felipe Pinheiro)

A Prefeitura de Sorocaba cientificou as partes envolvidas a se adequarem para o início da construção do viaduto sobre a rodovia Raposo Tavares, que vai ligar a rua João Wagner Wey com a rua Augusto Lippel, na região do bairro Campolim. A obra será feita sem qualquer custo para o município, pois se trata de medida mitigatória para compensar a geração de tráfego provocada pela implantação de um conjunto de apartamentos no Jardim São Carlos. A MRV Engenharia manifestou-se à disposição para iniciar a construção do viaduto e a Secretaria de Planejamento e Projetos (Seplan) convocou as concessionárias de telefonia, gás natural, energia elétrica e água a adequarem as suas redes à nova composição viária. Todas as partes foram cientificadas em reunião promovida na Seplan, na manhã da quarta-feira (2).

O secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante, explica que após as intervenções e diálogos, a MRV Engenharia contratou empresa terceira para construir as compensações, e a mesma já está pronta para iniciar os trabalhos. “Temos pressa, queremos emitir a ordem de serviço o quanto antes, e por a necessidade que todas as interferências no local sejam adequadas com a maior brevidade”, enfatiza o secretário Fioravante. Representantes da CPFL-Piratininga, Gas Natural Fenosa, Vivo e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae-Sorocaba) foram cientificados sobre a urgência, durante a reunião, na quarta-feira.

O secretário Luiz Alberto Fioravante ressaltou que esse encontro possibilitou aos concessionários que possuem interferências no local o diálogo pessoalmente com a empresa CSC Engenharia e a MRV Engenharia, sobre o projeto executivo das obras, e também com a detentora da concessão desse trecho da rodovia, a CCR ViaOeste.

A reunião na Prefeitura foi antecedida por outro encontro na quinta-feira da semana passada, na sede da CCR ViaOeste, em São Paulo. Na ocasião, a Prefeitura, a CCR ViaOeste, a MRV e a CSC Engenharia dialogaram sobre as providências necessárias para a realização das obras, entre elas a retirada das interferências.

Além do viaduto serão construídos avenida, rotatória e alças de acesso

A medida mitigatória para compensar o tráfego na região do jardim São Carlos foi atualizada e a MRV Engenharia aceitou a também construir ou adequar as alças de acesso, um trecho de avenida e uma rotatória. O viaduto ligando a rua João Wagner Wey à Augusto Lippel terá 125 metros de cumprimento, por 12 metros de largura. Também serão construídas ou adequadas as alças para o acesso dos veículos ao viaduto, ao bairro ou marginais da rodovia. A MRV ainda será a responsável por transformar em avenida um trecho de 150 metros de extensão da rua Augusto Lippel e a implantar uma rotatório no final deste trecho.


Tags:, , , , , , , ,