Urbes pede apoio da população no combate ao vandalismo

19 de julho de 2018

Um dos assuntos que tem causado preocupação para a Urbes – Trânsito e Transportes é o vandalismo. São placas de sinalização danificadas, conjuntos semafóricos destruídos, áreas de transferência e terminais de ônibus danificados ou pichados. Atos de vandalismo ao patrimônio público que provoca custos extras e prejuízos para a mobilidade urbana.

Somente este ano 230 placas de sinalização viária foram reinstaladas, fruto de vandalismo ou furto. No caso da sinalização semafórica, neste semestre foram 5 casos de furtos de cabos dos semáforos, deixando-as inoperantes.

Atos de vandalismo também ocorrem nas Áreas de Transferência. Na manhã desta segunda (16) a Área de Transferência da avenida Ipanema amanheceu sem iluminação por sofrer ato de vandalismo com o furto da caixa de disjuntor, deixando a fiação exposta. Os ônibus também são alvos constantes de vândalos.

O presidente da Urbes, Roberto Battaglini, explica que o tempo gasto com a reposição desses materiais prejudica a mobilidade urbana. “O valor gasto com a substituição de placas ou fiação elétrica dos semáforos poderia ser utilizado na melhoria do serviço, destaca Battaglini.

Outro recente caso de vandalismo ocorreu no Integrabike, registrado na quarta-feira (11) na Estação 6 – Ipiranga com a retirada forçada de 6 (seis) bicicletas do Sistema, fato que acabou danificando várias baias e travas.  Para evitar atos de furto e vandalismo foram adotadas medidas como a retirada das bicicletas no período da madrugada e reposição no início da manhã em algumas estações.

A Urbes faz um apelo à população e pede que as pessoas ajudem a fiscalizar e a preservar os bens públicos denunciando qualquer atitude suspeita pelos telefones 118 (Urbes – Trânsito e Transportes) ou 153 (Guarda Civil Municipal). Não é necessário se identificar.


Tags:, , , , , , ,