Vítimas de queimada perto de escola foram liberadas após atendimento em unidades de saúde

11 de setembro de 2019

Vítimas de queimada perto de escola foram liberadas após atendimento em unidades de saúde

Oito das dez pessoas que foram atendidas pelas equipes de saúde, em decorrência de uma grande queimada, em um terreno localizado atrás da Escola Municipal Inês Rodrigues Cesarotti, no Jardim Bonsucesso, já foram liberadas das unidades de saúde para onde foram encaminhadas. Às 19h30 desta quarta-feira, duas pessoas ainda aguardavam os resultados de exames médicos para saber se poderiam ser liberadas. A prefeita Jaqueline Coutinho e os secretários Wanderlei Acca, da Educação, e Marcos Mariano, da Segurança e Defesa Civil, estiveram no local acompanhando a ocorrência, comandando ações e conversando com familiares das crianças e servidores da escola. A queimada acabou mobilizando equipes do Corpo de Bombeiros, Samu, Defesa Civil, Patrulha Ambiental, equipes multiprofissionais do serviço de ‘Acamados’ e das UBSs Vitória Régia e Ulysses Guimarães, além da Guarda Civil Municipal. Um ônibus também foi disponibilizado pela Urbes para ficar de prontidão, caso houvesse a necessidade evacuação rápida da escola

O incêndio que atingiu a vegetação acabou provocando muita fumaça que, levada pelo vento, invadiu as dependências da escola causando desconforto em alunos, professores e funcionários. Assim que foi comunicada do ocorrido, a supervisão de ensino da Secretaria da Educação orientou a direção da escola a abrigar as crianças em um local seguro e longe do caminho da fumaça mas dentro da área da escola. Por uma questão de segurança, os estudantes só eram dispensados na presença dos pais ou responsáveis. Houve a mobilização da equipe escolar num esforço para avisar os pais sobre o ocorrido, informando da possibilidade de liberação. As aulas do período noturno foram suspensas.

Logo no início da ocorrência, o Samu enviou quatro ambulâncias para prestar os primeiros socorros às crianças e funcionários da escola. Médicos e profissionais de enfermagem das UBSs Vitória Régia, Ulysses Guimarães e ‘Acamados’, avaliaram cerca de 30 pessoas entre crianças e adultos, alguns acabaram sendo medicados no local. Dez pessoas (seis crianças e quatro adultos) foram encaminhadas para as unidades de urgência e emergência, após apresentarem dificuldades respiratórias devido à inalação da fumaça.

A prefeita Jaqueline e os secretários Wanderlei e Mariano, além de acompanhar os trabalhos na escola, também estiveram na UPH Zona Leste, unidade que recebeu a maioria dos encaminhados pelo Samu, para acompanhar o atendimento e conversar familiares que acompanhavam as crianças e adultos.

De acordo com a Defesa Civil, um Registro de Ocorrência foi aberto e será encaminhado à Polícia Civil para que as causas do incêndio possam ser investigadas pelas autoridades competentes.